Doação de Sangue Total

​​​​​A doação de sangue total, ou convencional, retira entre 400 e 450 milímetros de sangue de acordo com seu peso e sexo. Esse volume é rapidamente reposto com ingestão de líquidos.

A hemoglobina retorna aos valores de antes da doação em um prazo de um a dois meses, desde que você tenha uma alimentação saudável e rica em ferro.

Esta doação poderá gerar de três a quatro hemocomponentes: concentrado de glóbulos vermelhos, concentrado de plaquetas, concentrado de plasma e concentrado de crioprecipitado. Eles poderão ser utilizados por até quatro pacientes do Sírio-Libanês.

Os glóbulos vermelhos são responsáveis por carregar oxigênio a todas as partes do nosso organismo. As plaquetas têm função na coagulação do sangue e são utilizadas para evitar ou interromper sangramentos. O plasma é composto por água e várias proteínas, entre elas os fatores de coagulação. E o crioprecipitado é um subproduto do plasma que contem grande concentração de alguns dos fatores da coagulação.


Entenda o uso dos hemocomponentes obtidos com a
d​oação

Concentrado de hemácias ou glóbulos vermelhos – Em hemorragia grave levando à anemia, pacientes de grandes cirurgias, abortamento ou parto, acidentes graves, câncer, entre outras situações.

Concentrado de plaquetas – Em hemorragias nos​ pacientes com câncer submetidos à radio ou quimioterapia e outros cenários relacionados com plaquetas baixas (infecções e hepatopatias graves etc.).

Plasma fresco congelado - Uso na produção de hemoderivados em pacientes com deficiência de fatores da coagulação (na ausência do hemoderivado específico).

Crioprecipitado – Em casos de hemofilia e doença de von Willebrand (na ausência do hemoderivado específico).