Doação Automatizada de Plaquetas

​​As plaquetas podem ser doadas separadamente por meio de um procedimento chamado aférese. Esse procedimento consiste na retirada do sangue de um braço do doador, separação das plaquetas dentro do kit descartável utilizado no equipamento de aférese e devolução imediata de todo o sangue ao doador.

O processo demora, em média, entre 60 e 90 minutos e não apresenta nenhum risco infeccioso para o doador. O material usado é todo descartável, assim como na doação de sangue total.

Em uma doação de sangue, somente uma unidade de plaquetas é obtida. A partir da doação de plaquetas por aférese, obtém-se aproximadamente de seis a oito unidades de plaquetas.

A grande vantagem para o paciente é que a transfusão será proveniente de um único doador e, portanto, mais segura pela menor exposição a diferentes doadores. Além disso, esta modalidade de doação melhora consideravelmente o estoque de plaquetas do Banco de Sangue.

Em geral, o doador está apto à nova doação de plaquetas após uma semana, pois já ocorreu a reposição delas na circulação sanguínea. Mas intervalos maiores deverão ser respeitados a critério do médico do Banco de Sangue. A cada doação, é feita uma contagem de plaquetas. O número máximo de doações de plaquetas por aférese é de 24 ao ano.

Outro tipo de doação automatizada é a coleta de dois ou mais componentes do sangue. Ela utiliza o mesmo equipamento da doação de plaquetas por aférese e pode coletar concentrado de glóbulos vermelhos e plaquetas ou plaquetas e plasma.

Condições para doação de plaquetas

Os critérios para ser um doador de plaquetas são os mesmos que os usados para a doação de sangue. Há também algumas condições especiais:

  • Você precisa ter pelo menos uma veia calibrosa para o procedimento.
  • Não deve ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas.
  • Nos três dias anteriores à doação, não deve consumir medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico (AAS), anti-inflamatórios e alguns tipos de anti-hipertensivos.

Como doar plaquetas por aférese

Você deve fazer uma doação de sangue total e solicitar seu cadastro para doação de plaquetas. Caso seus testes estejam todos "não reativos", você será chamado para doar plaquetas a partir de um mês após a doação de sangue total na data e hora que você preferir e com agendamento telefônico prévio.

Caso você tenha doado em outro serviço há menos de três anos e tenha a carteirinha de doador com testes "não reativos", você já está apto a doar plaquetas.

Este procedimento é realizado somente com agendamento prévio.